From the blog

A tradição das decorações natalinas na Alemanha

Que o Natal é uma época aguardada com ansiedade por muitos e que sua atmofesfera é mágica, é inegável. Porém pouco é difundido a respeito da origem de tais tradições, e a Alemanha se faz presente neste tema.

No dia 24 de dezembro celebramos a vida do menino Jesus, o dia de seu nascimento, e para se preparar para esta data tão especial, as decorações características são o start.

Quem idealizou o primeiro presépio?

O presépio é um destes símbolos natalinos, pois ele representa a cena do nascimento do menino Jesus, motivo principal da celebração deste dia. Esta tradição surgiu em 1223, através de São Francisco de Assis, quando pediu autorização Papa para que pudesse representar esta celebração de uma maneira bem viva e realista. Após autorizado. São Francisco montou um presépio de palha, com uma imagem do Menino Jesus, da Virgem Maria e de São José, e adicionou um boi e um jumento e vários outros animais de verdade, e então foi celebrada da missa de Natal.

Na cidade de Oberammergau, todo ano é representada a Paixão de Cristo, Passionsspiele, e lá há um forte envolvimento da comunidade com a perpetuação destas tradições. Oberammergau também é conhecida por seus magníficos presépios esculpidos em madeira, peças únicas e incríveis encontradas em algumas lojas locais, que são uma ótima opção para um presente e suvenir muito original e especial.

O Presépio de Oberammergau alegrando a nossa casa

Árvores natalinas, quando surgiram?

No século VIII, a Alemanha ainda era tomada em sua grande parte pelo paganismo dos povos germânicos e celtas, quando então o Papa Gregório III enviou São Bonifácio para disseminar o Cristianismo naquela região.

Em 723, havia uma grande árvore de carvalho, perto de Fritzlar, dedicado ao deus pagão Thor, adorada pelos povo e sacerdotes celas (druidas). São Bonifácio, com a intenção de demonstrar a eles que aquela era apenas uma árvore, como qualquer outra, a derrubou, e tudo o que estava na rota da queda do carvalho foi destruído, com exceção de um pequeno pinheiro. São Bonifácio viu neste episódio um milagre, pois ocorreu no Tempo do Advento (neste post mais adiante falaremos sobre o Advento).


São Bonifácio, então, pregando sobre o Natal, após acontecido o milagre, declarou: “Doravante, nós chamaremos esta árvore de Árvore do Menino Jesus”. E a partir daí a tradição se perpetuou, tendo os pinheiros adornados como um dos grandes símbolos natalinos em todo o mundo.

Mercado de Natal em Dortmund, com a tradicional grande árvore natalina decorada.

A melhor loja de Natal: Käthe Wohlfahrt

Quando o tema é decoração natalina na Alemanha, a loja Käthe Wohlfahrt é um ícone. Fundada em 1964 pelo casal Wilhelm e Käthe Wohlfahrt, a loja se tornou referência em enfeites e decoração de Natal de grande qualidade e beleza. Em suas loja, a magia do Natal se renova a cada dia durante todo o ano.

Você pode encontrar a loja em diversas cidades da Alemanha: Bamberg, Nuremberg, Berlim, Oberammergau, Rudesheim, Heidelberg e Miltenberg. Porém Rothenburg ob der Tauber é a queridinha da rede, sendo lá o local de sua primeira loja, onde há a incrível Vila Natalina e o Museu do Natal.

A loja também possui franquias em outros países da Europa e Estados Unidos da América.

A Vila de Natal dentro da loja Käthe Wohlfahrt, em Rothenburg ob der Tauber.

Calendário do Advento

O Tempo do Avento são as quatro semanas que antecedem o Natal, sendo simbolizado este período pela alegria, preparação e expectativa dos fiéis para o nascimento de Cristo. O primeiro domingo do advento é o dia onde se iniciam os preparativos para o Natal, incluindo a decoração natalina.

Porém os alemães encontraram uma forma criativa e encantadora de realizar esta maravilhosa contagem regressiva: o calendário do advento. Talvez você já tenha visto aquele calendário natalino onde a cada dia uma “janelinha” se abre, revelendo uma pequena surpreasa, como simbolos do Natal, biscoitos, chocolates, ou até mesmo frases bíblicas.

O origem dos calenários do Advento remetem ao século XIX, quando famílias religiosas faziam pequenos traços nas portas e paredes na contagem dos dias para o Natal. Segundo o que temos conhecimento, foi apenas em 1851, que foi feito o primeiro calendário do Advento esculpido à mão, na madeira.

Apesar de haver mais de uma corrente, a mais aceita é de que Gerhard Lang, em 1908, foi quem imprimiu o primeiro calendario do Advento, onde depois o aperfeiçoou com os primeiros calendários com as portinhas a serem abertas a cada dia. Infelizmente, com a chegada da Segunda Guerra, Lang teve que parar sua produção.

Porém após a guerra, este sucesso da tradição alemã voltou, e Richard Sellmer foi o responsável por imprimir o primeiro exemplar pós-guerra, em 1946. Este calendário foi um marco, e era chamado de “A Pequena Cidade“, que ainda hoje está disponível para compra na Sellmer Verlag, marca referência neste segmento.

Parte do calendário do Advento “A Pequena Cidade”( “Little town” ), vendido no Sellmer Verlag.

Outra forma de marcar a chegada deste período tão aguardado é com a guirlanda do Advento. Decorada conforme gosto de quem a estiver montando, é importante a presença de quatro velas, onde a cada domingo uma será acessa, podendo ser acompanha da leitura de uma passagem da Bíblia. Algumas pessoas adicionam uma quinta vela branca, ao centro, chamada de Vela de Cristo, acesa na véspera do natal.

Guirlanda do Advento.

Para passeios guiados privativos em toda Alemanha, Áustria, Suíça e Itália, fale conosco! Todos nossos passeios são personalizados, onde o guia terá a flexibilidade para conduzir os viajantes nos pontos de acordo com seu gosto e desejo!

Inspire-se com o nosso blog

As maravilhas do Bodensee (lago de Constança)

Situado em um ponto muito incomum, a tríplice fronteira entre Alemanha, Áustria e Suíça, cortado pelo poderoso Rio Reno, o lago Bodensee, também conhecido como Lago de Constança, é uma das maravilhas […]

O que Stuttgart tem para lhe mostrar

Conhecida como a capital alemã dos carros, Stuttgart tem muito mais a oferecer.

Stuttgart tem seu início no século X. A cidade é a capital do estado de Baden-Württemberg e sexta maior da Alemanha. […]