From the blog

Dresden: das cinzas à “caixa de jóias” alemã.

Dresden é uma cidade graciosa e bonita para simplesmente desfrutar de suas muitas atrações. Os palácios se destacam, os jardins florescem e a cúpula da Frauenkirche, magnificamente restaurada, se destaca acima do horizonte, não é a toa que muitos a chamam de “Jewel box” (caixa de jóias). Com sua riqueza de museus, palácios e outras atrações turísticas, há muitas programações interessantes para se fazer em Dresden.

Dresden sofreu o golpe duplo da destruição quase completa na Segunda Guerra Mundial, seguida de 45 anos de negligência no pós-guerra sob o regime soviético. É difícil acreditar em tudo isso a partir da Dresden que você pode ver hoje. Ela ressuscitou de suas cinzas e tem poucas cicatrizes de seu trauma do final do século XX. 

Dresden ao pôr-do-sol.

Frauenkirche

Concluída em 1743, o espetacular Igreja de Nossa Senhora em Dresden foi considerado uma das mais belas igrejas da Europa. A magnífica reconstrução realizada é um dos projetos mais notáveis de restauração já realizados na Alemanha, se não no mundo.  

Após sua destruição durante o bombardeio aliado em 1945, as ruínas do antigo prédio foram catalogadas e armazenadas para uso em sua reconstrução. Após a reunificação da Alemanha em 1990, o plano de reconstrução foi rapidamente executado, incluindo quase 4.000 pedras originais, sendo reaberta em 2005. 

No topo  da igreja encontramos um belo símbolo de benevolência, uma cruz de ouro fornecida pela Grã-Bretanha, cuja bomba provocara grande parte da devastação na cidade. A cruz, que anteriormente ficava no topo da cúpula, agora retorcida e carbonizada após o bombardeio, fica à direita do novo altar, representando e relembrando o episódio de superação vivido pelo povo de Dresden.

Frauenkirche de Dresden. Fonte: Flickr. Autor: dronepicr

Palácio Real de Dresden

Outro ponto que o viajante não pode deixar de conhecer em Dresden certamente é o Palácio Real de Dresden.

Sede real e centro cultural da capital saxã, o Palácio Real de Dresden conta com quase 800 anos de história. Nele, encontramos a Coleção de Artes do Estado de Dresden , que é um complexo que abriga diferentes exposições. Este complexo é um dos mais modernos e prospectivos em termos de exibição e interpretação de seus tesouros para o visitante, além de ser um dos museus públicos mais ricos e um dos mais antigos da Europa.

No complexo, é encontrada diversas exibições, como: Green Vault, a Câmara Turca, o Giants ‘Hall que abriga o Arsenal entre outros.

Palácio Real de Dresden. Fonte: Wikipédia. Autor: X-Weinzar

Zwinger

O Zwinger é um magnífico palácio do início do século XVIII, no centro da cidade, ao lado do rio Elba e um grande exemplo da arquitetura barroca na Alemanha. Um passeio pela sua parte exterior já vale a pena a visita, para apreciar esta detalhada arquitetura. Um destaque no Zwinger é a Nymphenbad (Banho das Ninfas), com suas fontes graciosas e figuras mitológicas.

Além de sua beleza que já é uma atração à parte, o Zwinger abriga outras coleções de arte do estado de Dresden (assim como Palácio Real). Isso inclui a coleção de porcelana de Dresden, instrumentos científicos no Gabinete Real de Instrumentos Matemáticos e Físicos e a Galeria de Imagens dos Mestres Antigos.

Zwinger. Fonte: Pixabay.

O Georgentor

O Georgentor, ou Georgenbau, era a saída original da cidade para a Ponte Elba e o primeiro de muitos edifícios renascentistas da cidade. Na lateral, há uma porta do edifício original com sua rica decoração escultórica, incluindo uma magnífica estátua equestre do duque George. 

Georgentor. Fonte: Wikipédia. Autor: JoJan

A Procissão dos Príncipes

Próxima ao Georgentor, encontramos o famoso Fürstenzug, a Procissão dos Príncipes. O mural retrata todos os governantes da Saxônia de 1123 a 1904. É a maior parede de porcelana do mundo, representando um desfile de príncipes, reis e duques saxonianos, feito para comemorar os 1000 anos de um longo reinado da dinastia Wettin. Encomendado em 1870, esta incrível obra consiste em 25.000 azulejos de porcelana Meissen.

Fürstenzug, Dresden.

Passeios guiados em Dresden podem ser realizados também a partir de Berlim. Para os que gostam de apreciar belas obras arquitetônicas, certamente este é um passeio muito especial, pois apesar da destruíção vivida, Dresden hoje é uma caixa de jóias alemã.

Inspire-se com o nosso blog

O que Stuttgart tem para lhe mostrar

Conhecida como a capital alemã dos carros, Stuttgart tem muito mais a oferecer.

Stuttgart tem seu início no século X. A cidade é a capital do estado de Baden-Württemberg e sexta maior da Alemanha. […]

A Floresta Negra e seus encantos

Localizada no sudoeste da Alemanha, no estado de Baden-Württemberg, a Floresta Negra (Schwarzwald, em alemão) é uma região peculiar na Alemanha, com sua natureza encantadora e tradições locais preserv […]