From the blog

Neuschwanstein e Hohenschwangau – O legado dos reis da Baviera

Os dois magníficos palácios Hohenschwangau e Neuschwanstein dão brilho à região de Schwangau, na Baviera!

Ao contrário do que muitos pensam, ambos não são considerados de fato castelos. Mas, por quê? A definição é dada para construções cujas suas funções eram de defesa e vigia, ou seja, fortificações que podem ter sido utilizadas para moradia, porém não sendo este o seu principal foco, diferentemente dos palácios.  Agora que você já sabe a diferença, vamos falar desses maravilhosos monumentos!

Palácio Hohenschwangau

O local no qual a dinastia da família real da Baviera passou os seus verões durante gerações, e que hoje encanta a todos com o seu estilo gótico.

Palácio Hohenschwangau. Fonte: Pixabay. Autor: Pixaline

Os primeiros registros datam do século XII, quando neste mesmo local havia a fortaleza Schwanstein, construída e habitada pelos Cavaleiros de Schwangau até o século XVI. Após muitos anos, guerras, e diversos moradores, a fortaleza se reduziu a ruínas, e foi quando em 1832 o Rei Maximilian II, pai do rei Ludwig II, se encantou com a beleza da área ao redor da fortaleza (já em ruínas), a adquiriu e reconstruiu da forma fenomenal. Após a reforma, o antes chamado de castelo de Schwanstein, passa a ser  chamado de Palácio de Hohenschwangau. Maximilian II e sua família, a esposa Maria da Prússia, e os filhos Ludwig II e Otto I usavam a residência em épocas de verão e para caça.

O interior do palácio é estonteante, decorado com cenas de lendas e poesias medievais. Um exemplo é a sala do banquete, mais conhecida como “salão dos heróis”, a maior e mais importante sala do palácio, na qual são representadas diferentes cenas da saga Wilkina e seu herói Dietrich Von Bern.

A visita ao palácio é imperdível, pois o jardim e a cozinha continuam da mesma forma desde a reconstrução feita por Maximilian II e o resto foi redecorado por Ludwig II, após a morte de seu pai. 

Palácio Neuschwanstein

“[…] este palácio será mais bonito e habitável do que o baixo Hohenschwangau […]”

O rei Ludwig II da Baviera era apaixonado por palácios, tanto que ao longo de sua vida deixou uma grande herança para o seu reino (hoje estado da Baviera): o incrível palácio Neuschwanstein, construído no século XIX,  que foi o ápice de suas construções. O castelo está situado em um penhasco acima do Castelo Hohenschwangau.

Palácio Neuschwanstein.

O nome Neuschwanstein é uma referência ao “cavaleiro do Cisne”, Lohengrin, da ópera com o mesmo nome. As referências ao cisne não param por aí, já que o próprio rei Ludwig II era chamado de ‘rei cisne”. Alto, belo, apreciador de artes, dono de uma personalidade forte, a vida do “rei cisne” da Baviera foi envolta em especulações, assim como sua misteriosa morte, após ser encontrado morto no Lago de Starnberg aos 40 anos de idade.

Com seu apreço pela beleza, o rei Ludwig II não poderia ter escolhido melhor a localização: o palácio Neuschwanstein fora planejado para ser um local no qual Ludwig poderia se retirar do público, em uma belíssima região cercada de florestas e lagos.

Como um grande admirador de Richard Wagner, Ludwig inspirou-se em suas óperas e em lendas medievais para a decoração das paredes dos pátios inferiores e superiores, dos quartos e salas reais. Além disso, o palácio é repleto de tecnologias modernas para a época em que foi construído, pois foi uma das primeiras construções da época a ter eletricidade.

Infelizmente, o rei Ludwig II morreu antes de ver a sua obra completa e o palácio foi nomeado Neuschwanstein apenas após esse acontecimento. Apesar de ter sido construído para ser um lugar de sossego, apenas sete semanas após sua morte o local foi aberto ao público, se tornando essa grande atração de fama mundial, que esbanja beleza e esplendor.

Vale muito a pena conhecer ambos os palácios e fazer uma visita ao interior de cada um em um passeio guiado. Todo a imponência, riqueza de detalhes, e história, claro, com que foram construídos os tornam deslumbrandes, impressionando a todos que passam por lá!

Inspire-se com o nosso blog

O que Stuttgart tem para lhe mostrar

Conhecida como a capital alemã dos carros, Stuttgart tem muito mais a oferecer.

Stuttgart tem seu início no século X. A cidade é a capital do estado de Baden-Württemberg e sexta maior da Alemanha. […]

A Floresta Negra e seus encantos

Localizada no sudoeste da Alemanha, no estado de Baden-Württemberg, a Floresta Negra (Schwarzwald, em alemão) é uma região peculiar na Alemanha, com sua natureza encantadora e tradições locais preserv […]